Sem eventos

Secretaria de Educação

 

Previous Next

A Secretaria Municipal da Educação (SEDUC) adquiriu um novo equipamento de robótica para os alunos das escolas municipais de São Sebastião. O robô Dash, que esteve presente na EXPOTEC, será implantado no projeto piloto de robótica da SEDUC a partir do ano que vem.

O robô possui uma plataforma que pode ser utilizado por meio de um tablet ou celular, onde o aluno pode dar comandos através de blocos lógicos da linguagem de programação, fazendo com que o Dash complete os desafios que possam ser colocados em seu caminho.

O novo equipamento vem para agregar no projeto piloto de robótica, que atende uma das 10 competências gerais estabelecidas na nova formulação da BNCC (Base Nacional Comum Curricular), que propõe a utilização da linguagem de programação para solucionar problemas.

Além da compra do Dash, o EV3 da linha LEGO Mindstorms foi adquirido este ano. O conhecido robô é utilizado até em competições nacionais e internacionais de robótica. Já o RCX, também pertencente a LEGO, foi recuperado para ser também trabalhado na formação dos estudantes das escolas municipais.

Projeto de Robótica

Atualmente, 75 alunos são atendidos na Escola Municipal Prof.ª Cynthia Cliquet Luciano, da Enseada, Costa Norte, no projeto piloto de robótica da SEDUC. Divididos em três turmas, os alunos são atendidos no contra turno escolar.

No curso, os estudantes aprendem a linguagem de programação por blocos lógicos, utilizando equipamentos para montagem de robôs.

Para o ano que vem o objetivo é expandir o projeto para mais unidades escolares de São Sebastião.

Previous Next

Alunos da Escola Municipal Prof.ª Cynthia Cliquet Luciano, localizada na Enseada, Costa Norte, visitaram o Sitio Arqueológico do Bairro São Francisco na manhã de hoje (06/12). O passeio, uma parceria entre Secretaria da Educação (SEDUC) e a Fundação Cultural de São Sebastião Deodato Sant’Anna (FUNDASS) é um estudo de campo e faz parte do projeto piloto de estudo da história de São Sebastião nas escolas, que integra o Programa de Enriquecimento Curricular da SEDUC.

Os alunos foram acompanhados pelos professores e quatro guias da FUNDASS pelo sítio que faz parte do patrimônio histórico da cidade, situado em meio a Mata Atlântica, com vista para o canal de São Sebastião. No local, os estudantes puderam contemplar aproximadamente 200 anos de história em ruínas de uma antiga fazenda de escravos e de uma capela, além de paredes, escadarias, aquedutos, canaletas, fornos e fragmentos de cerâmicas e porcelanas.

De acordo com os professores de geografia responsáveis pelo projeto, Rafael Aquile e Marcia Gomes, a visitação ao sitio arqueológico está integrada com o estudo da história do município, e dentro da legislação que fala sobre a obrigatoriedade de estudar a matriz africana. Por conta disso, foi realizada uma aula prática com os estudantes, apresentando o sítio, mostrando o porquê de sua existência, sua função antigamente e a relação direta com a questão do tráfico negreiro e a escravidão, transmitindo a importância da rica história do período colonial do país.

Previous Next

A banda de percussão com instrumentos melódicos da Escola Municipal Prof.ª Luiza Helena de Barros, de Barequeçaba, região central, consagrou-se vice-campeã na V Copa do Brasil – Concurso Interestadual de Fanfarras e Bandas “Maestro Edson Rodrigues – Moita”, que aconteceu em Tatuí, interior de São Paulo, no último domingo (02/12).

Tendo como regente Willian Douglas de Assis e coreografa Rosana Silva de Souza, a banda Luiza Helena de Barros foi a única de São Sebastião a classificar-se para o campeonato nacional.  “Fomos classificados para a V Copa do Brasil pelas conquistas dos títulos em Ubatuba e o tetracampeonato em Tremembé.”, explica o regente da corporação, Willian Douglas de Assis.

Para Assis, a conquista foi uma grande realização. “Fechamos o ano com chave de ouro, pois 2018 foi muito bom pra fanfarra Luiza Helena. Finalizamos com a sensação de dever cumprido.”, diz o regente.

A aluna Mayra Silva Santos, 18, fala sobre os desafios enfrentados. “Não foi nada fácil chegar nessa copa do Brasil. Tivemos pouco tempo para nos preparar, foram 3 campeonatos em 3 meses, muita correria para pegar as peças de confronto e acertar cada detalhe para fazer uma boa apresentação.”, conta Mayra.

Laura Vicente Prado da Silva, 15, também integrante da banda, celebra a conquista. “Foi muito gratificante conquistar esta vaga tão disputada, nos mostrou que estamos no caminho certo.”, afirma Laura.

Confira a classificação:

1º Lugar Corpo Coreográfico

2º Lugar Baliza

2º Lugar Corpo Musical


Fotos: Luan Viktor/Divulgação

Previous Next

Momentos de diversão, aprendizado e novidades aconteceram hoje (30/11) no segundo dia da Expotec – Exposição Tecnológica, Educacional e Cultural de São Sebastião. Realizado pela Prefeitura de São Sebastião, por meio da Secretaria da Educação, o evento tem como objetivo trazer ao público os trabalhos desenvolvidos nas escolas municipais ao longo de 2018.

“O Maravilhoso Mundo das Mentes Brilhantes” foi o tema deste ano. O intuito era aprofundar o conteúdo trabalhado em uma personalidade que contribui para a evolução da humanidade. A partir disso, cada escola escolheu um assunto e uma pessoa para basear suas apresentações e trabalhos.

Além dos estandes, outra atração que encantou o público foi o príncipe e a princesa no espaço da leitura, juntamente com sua carruagem dos contos de fada, que posaram para fotos e deram autógrafos.

Os entretenimentos eletrônicos fizeram sucesso também, como o cine domo – um cinema em 360 graus com temas educativos, e a tirolesa virtual. Maria Luiza Lima Silva, 14, da EM Nair Ribeiro de Almeida, de Juquehy, Costa Sul, experimentou a tirolesa e afirmou ter sido muito divertido. “Dá uma sensação de que vai cair, mas mesmo assim é muito legal.”, disse a aluna.

A estudante Mikaela Novo dos Santos, 14, da EM Walfrido Maciel Monteiro, contou que está gostando muito da EXPOTEC. “Tem vários estandes bem interessantes. Esse ano está bem legal, ainda melhor que o ano passado.” Mikaela também falou sobre a possibilidade de integração entre as unidades. “Eu achei bem legal porque eu até encontrei uma escola que estava trabalhando o mesmo tema que a minha, então a gente estava trocando ideias pra fazer outros jogos baseados na mesma história que a gente estava trabalhando.”, declarou a aluna.

Segundo o estudante Gustavo Araujo Chaves, 14, da EM Prof.ª Nair Ribeiro de Almeida, de Juqueí, Costa Sul, a exposição está sendo muito interessante por sua diversidade de trabalhos e atividades diferentes. Ele falou ainda sobre o que achou da integração com outras escolas. “Acho interessante, por que além de dividir entre nós o que a gente fez e o que aprendemos as pessoas também podem ver o que fizemos.”,

No espaço tecnológico, alunos da Escola Municipal Prof.ª Cynthia Cliquet Luciano, da Enseada, Costa Norte, que participam do projeto piloto de programação e robótica, apresentaram aos visitantes os modelos dos robôs Lego Mindstorms Education EV3. A estudante Julia Dias dos Santos, 14, contou como apresentavam os materiais pedagógicos. “Por exemplo, a gente montou esse robô, então a gente demonstra como funciona, sobre o programa, a voltagem e tira dúvidas das pessoas.”, disse Julia.

Para o também estudante da Costa Norte, Mauricio Rosa do Nascimento Neto, 12, esta foi a melhor parte da EXPOTEC. “Apresentar o robô pras outras pessoas, ver como eles ficam felizes com nosso trabalho, ver como eles reagem ao robô funcionando, foi muito bom.”, ressaltou Mauricio.

Fotos: Iuri Cunha | PMSS

Login Form

Fevereiro 2019
D S
1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28

Assine nossa Newsletter

 

 

© Secretaria Municipal de Educação de São Sebastião - 2019.
Fevereiro 2019
D S
1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28